Artigos

Você está em: Artigos

>>

Libertar a Consciência

Libertar a Consciência

Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça,
porque serão saciados.
Mateus, 5:6

– Primeiro sofreu o acidente. Ficou paraplégica. Em seguida o marido a deixou por outra. Tempos depois pegou fogo em sua casa.
– Que barbaridade!
– Tem mais: Ao falecerem seus pais, os irmãos a passaram para trás e ficaram com a herança. Labutou heroicamente para criar os dois filhos. Quando estes se casaram mudaram para longe e nunca mais deram notícias. Morreu pobre e sozinha, vitimada pelo câncer.
– É muita tragédia!
– O que mais espanta é que se tratava de uma mulher humilde e boa. Nunca reclamou da vida. Jamais acusou alguém. Paciência de Jó! Só tinha boca para exaltar o bem. Só pensava em ajudar as pessoas…
– Dizem que Deus faz sofrer àqueles que ama, preparando-os para o paraíso…
– E quem sofre pouco, é pouco amado por Deus?
– Tem razão. O Criador não pode ter favoritos. Mas é esquisito. Você já reparou como as melhores pessoas parecem enfrentar as dores maiores?! Não dá para entender!
– Há quem afirme que são decorrentes de faltas cometidas em vidas passadas…
– Isso não explica por que os maus e inconseqüentes parecem enfrentar menos problemas. Se não são bons hoje, pior foram antes…
– Certa feita perguntei isso a um amigo que entende do assunto. Ele me disse que os Espíritos mais evoluídos, que já viveram muitas vidas, têm uma visão mais ampla, enxergam mais longe no passado e estão melhor preparados para saldar seus compromissos…
– Seria como o homem que reconhece os prejuízos que causou em anos de inconseqüência. Hoje se dispõe a pagar…
– Exatamente. Antes não encarava os estragos que produzia nem tinha condições para a reparação. Quanto mais evoluído o Espírito, maior o seu discernimento e a consciência de seus débitos, ansiando por resgatá-los, não por imposição de Deus, mas para libertar a própria consciência.
– Faz sentido…


Livro O Céu ao nosso Alcance


 

2010 - Richard Simonetti