Pingafogo

Vida em Marte

1 – Há vida no planeta Marte?
Segundo as informações respeitáveis da ciência, não há vida em nosso sistema solar. Mercúrio e Vênus, mais próximos do Sol, são muito quentes. Marte e os demais são muito frios.

2 – São planetas desertos?
Podem ser estéreis, sob o ponto de vista biológico, mas não desertos. Segundo a questão 55 de “O Livro dos Espíritos”, todos os mundos que se movem no espaço infinito são moradas dos espíritos – encarnados ou desencarnados.

3 – Marte teria, então, colônias espirituais semelhantes àquelas descritas por André Luiz, na série “Nosso Lar”, psicografia de Francisco Cândido Xavier?
Exatamente. A dimensão espiritual desdobra-se envolvendo imensas coletividades de espíritos desencarnados em valiosas experiências.

4 – Não há possibilidade de equívoco da ciência, quanto à habitabilidade física de marte?
Talvez. Consideremos, entretanto, que hoje sofisticados aparelhos oferecem informações muito precisas sobre as condições físicas dos planetas de nosso sistema. Por outro lado, as sondas espaciais Norte-americanas, da série Mariner, fotografaram e vasculharam o Planeta, que oferece visão desolada, semelhante à superfície lunar.

5 – Não viveriam os marcianos no subsolo, inacessíveis às observações de nossa Ciência?
Admitindo-se essa hipótese, seria estranho não se detectar nenhum traço de sua presença na superfície, em postos de observação que necessariamente deveriam existir, até mesmo por questões de segurança.

6 - E se os marcianos estivessem interessados em se ocultar à observação da Terra?
Parece-me uma preocupação pueril e extremamente complicada, praticamente impossível. Imaginemos uma providência dessa natureza de nossa parte. Como disfarçar as evidências de vida na Terra, evitando sejam detectadas por civilizações extraterrestres? Uma civilização mais evoluída teria interesse em fazer-se observada, com o louvável desejo de uma permuta de experiências.

7 - Nos livros “Cartas de Uma Morta” e “Novas Mensagens”, psicografia de Francisco Cândido Xavier, os espíritos Maria João de Deus, mãe do médium, e Humberto de Campos, reportam-se a uma população marciana encarnada. Isso não conflita com as informações da ciência sobre o Planeta?
Não podemos descartar a possibilidade de que nossos cientistas estejam equivocados. Por outro lado, aqueles espíritos podem simplesmente ter falado de paisagens espirituais em marte.Isso poderia ocorrer com um visitante de outro planeta que se reportasse a Nosso Lar, a cidade espiritual descrita por André Luiz, passível de ser confundida com o plano físico.

8 - Há também uma controvérsia em relação à condição espiritual da população marciana. Maria João de Deus e Humberto de Campos falam de coletividades mais adiantadas do que os habitantes da Terra. No comentário à questão 188 de “O Livro dos Espíritos”, Kardec diz que, segundo informações da espiritualidade, a população marciana é mais atrasada que a terrestre.
Essa observação de Kardec foi incluída na primeira reimpressão de “O Livro dos Espíritos”, datada de março de 1860. provavelmente baseada em mensagens do espírito georges, que seriam publicadas pela Revista Espírita, em outubro do mesmo ano. Há muitas incorreções nelas em relação a Marte e Júpiter. Foram aceitas por Kardec porque eram extremamente precários na época os conhecimentos sobre o assunto. Eu fico com as informações veiculadas através de Chico Xavier, considerando a confiabilidade do médium e o fato de que há hoje uma universalidade em torno delas, já que têm sido confirmadas por muitos médiuns.

2010 - Richard Simonetti